06 novembro 2006

Robô que limpa a casa: o chão pelo menos né



Quando falamos de robôs domésticos, geralmente falamos de algo que tenha formas humanas, que ande, fale, mexa os braços, etc. Geralmente são um passa-tempo, são bonitinhos, ou sofisticados, mas não são feitos para nenhuma tarefa em específico.
Este NÃO é o caso do Roomba. Ele foi concebido para ajudar com uma tarefa doméstica um tanto quanto chata, aspirar o chão.
O Roomba é de simples utilização, um basta ligar e ele sai fazendo seu serviço. Evita obstáculos, não cai da escada, pode ser colocado em um cômodo específico, numa zona específica (com suas barreiras virtuais), ou até mesmo a casa inteira.
Sendo baixinho (pode entrar em baixo de camas e armarios) e com suas escovas rotativas ele limpa com eficiência praticamente qualquer tipo de superfície usualmente encontradas em casa, e suas escovas laterais jogam a sujeira dos cantos para as escovas principais, garantindo que o cômodo será limpo de uma forma homogênia.
No modo de funcionamento normal, o Roomba primeiro faz um reconhecimento da superfície que ele tem que limpar, e determina se terá bateria suficiente para fazê-lo. Caso a superfície seja muito grande, ele reparte a tarefa em várias etapas e vai automaticamente recarregar entre elas. Ao detectar uma zona muito suja ele se concentra na região e passa várias vezes até limpar tudo.
De tempos em tempos ele te avisa que o filtro precisa ser esvaziado/trocado. O Roomba também é bem mais silêncioso que um aspirador convencional (-70dB).

Vou por na minha wishlist.


Compre aki!

Nenhum comentário: